quarta-feira, 17 de agosto de 2011

0

Prisão Perpétua Para Crimes Hediondos - Lute Contra a Impunidade!


LUTE CONTRA A IMPUNIDADE

A Prisão Perpétua não é abuso, excesso ou retrocesso. Abuso, excesso e retrocesso, é o que os assassinos impõem às famílias brasileiras.

Os defensores de assassinos, pedófilos, estupradores e sequestradores dizem que a prisão perpétua atinge a dignidade da pessoa humana e que lesiona a condição físico-psíquica dos bandidos.
Afirmam que os direitos dos assassinos são intocáveis e imodificáveis. Os assassinos aprovaram a pena de morte e já a aplicam nas famílias e na sociedade brasileira.

Os criminosos sequestram, estupram e matam, crianças, jovens, mulheres e idosos por diversão. Eles tem certeza da impunidade, pois tem como aliados, alguns legisladores, que criam e aprovam leis para beneficiá-los e protege-los.

A sociedade brasileira está em pânico, acuada e sendo caçada pelos criminosos que tornaram-se exímios predadores e caçadores. Hoje matar pessoas é como matar animais.
O animal mata para se alimentar ou se proteger, os assassinos matam por prazer e por lazer. Os cruéis assassinos estão abaixo da animalidade. Quem não respeita a vida e ao próximo, não pode conviver em sociedade.

A prisão perpétua não é abominável, os assassinatos e a proteção da lei aos assassinos que é abominável, os estudiosos da mente humana afirmam que certos criminosos não podem sair da prisão, pois são irrecuperáveis.

Os familiares das vítimas de violência, já estão condenados perpétuamente a conviver com as lágrimas, a dor e o sofrimento. A prisão perpétua não viola o princípio da humanidade, ela é justiça concreta para os familiares das vítimas.
Para os crimes hediondos, benefícios da lei, só devem iniciar após 25 anos de regime fechado.

Os criminosos na prisão deverão trabalhar para seu próprio sustento e de sua família, assim como fazem os trabalhadores brasileiros.
A Previdência Social concede o auxílio reclusão de até R$ 810,00 (oitocentos e dez reais) mensal para os criminosos e seus dependentes. As vítimas e seus familiares são ignorados e não tem direito a nada. Deveria ser constitucional, indispensável e fundamental o respeito aos direitos humanos e aos direitos e garantias fundamentais das vítimas e seus familiares.

Discutir com a sociedade a aplicação da PRISÃO PERPÉTUA não fere o princípio da segurança jurídica, também não se trata de desmoralizar as CLÁUSULAS PÉTREAS DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL BRASILEIRA.
As autoridades precisam urgentemente tomar uma posição firme contra a impunidade existente em nosso país.

As famílias e a sociedade brasileira pedem socorro.

Acorda Bahia!

por MARION TERRA

Repasse esta carta, acesse:



MEMORIAL GABRIELA SOU DA PAZ: LUCAS VARGAS TERRA (PEDOFILIA) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário