segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

1

Resposta do MPCE ao manifesto encabeçado pelo Grupo Justiça é o que se Busca no caso do subtenente Francileudo Bezerra Severino

Por Sandra  Domingues 

Na manhã dessa segunda-feira (26) o Ministério Publico do Ceará se manifestou em relação ao abaixo-assinado e e-mails que estão sendo enviados pelo Grupo Justiça é o que se Busca cobrando agilidade no processo e a prisão da Cristiane Renata Coelho Severino:

Excelentíssima Doutora Ouvidora do Ministério Público do Estado do Ceará

Vimos por meio deste, em resposta ao Oficio 61/2015 - Crime (manifestação nº 22/2015), datado de 20 janeiro de 2015, INFORMAR, que o Inquérito Policial apura o fato ocorrido no dia 10 de novembro de 2014, por volta da madrugada, na Rua Um, casa 94, no Conjunto Napoleão Viana, Bairro Dias Macedo envolvendo o menor LEWDO RICARDO COELHO SEVERINO, supostamente assassinado, por ingestão de veneno, encontra-se na Delegacia do 16º Distrito Policial.

Comunicamos que o retorno dos autos à delegacia de origem se deu ante a reviravolta do caso, quando o senhor Francileudo Bezerra Severino, saiu do estado de coma, propiciando a sua oitiva e acareação com a sua esposa Cristiane Renata Coelho Severino.

Outrossim, informamos que pessoalmente acompanhamos algumas diligências realizadas pelo presidente do Inquérito Policial, mas que o mesmo ainda não foi enviado a esta Promotoria de Justiça, embora esteja com o prazo legal, por demais exíguo, extrapolado. 
Motivo pelo qual estamos solicitando o seu retorno imediato, no estado em que se encontra, conforme documento em anexo.

Além disso, informamos que o pedido de prisão preventiva da senhora Cristiane Renata Coelho Severino, como emerge das várias manifestações encaminhadas a esta Ouvidoria, depende de fatores fáticos e legais a serem analisados, quando do retorno dos autos e do cumprimento de todas as diligências a serem implementadas, para se chegar aos indícios de autoria, deixando claro que não é prática do subscritor solicitar prisão cautelas para atender à vindita popular.

Sem mais para o momento, nos colocamos à inteira disposição de Vossa Excelência.

Atenciosamente
Humberto Ibiapina Lima Maia 
Promotor de Justiça 

Diante do trabalho do Dr. Walmir Medeiros, advogado do subtenente e do delegado responsável pelo inquérito, esperamos que o Promotor Ibiapina Humberto faça o papel dele...que não peça a prisão da ASSASSINA baseado no clamor popular...e sim nos MOTIVOS que nos levaram a pedir a prisão dela...simples assim: Não queremos vindita=vingança e sim JUSTIÇA.

Estamos confiantes que o delegado Dr. Wilder Brito Sobreira irá concluir o inquérito pedindo o indiciamento dessa assassina e com base em tudo que já foi apurado e provado o Ministério Público irá pedir a prisão dela, não para atender os anseios da Sociedade, e sim porque se trata de uma pessoa de alta periculosidade, que foi capaz de envenenar com chumbinho o próprio filho, vê-lo agonizar e morrer e não fez nada para salvá-lo. Tentou ainda matar o marido e imputou a esse o crime.

Cristiane Renata Coelho Severino é um perigo à Sociedade, destruiu provas, mentiu durante os depoimentos e não merece aguardar o julgamento livre.








--------- Mensagem encaminhada ----------
De: Ouvidoria Geral do MP/CE <ouvidoria@mpce.mp.br>
Data: 26 de janeiro de 2015 09:28
Assunto: Resposta aos manifestantes (manif.22/15-crime)

Prezados Senhores.

Cumprimentando-os, encaminhamos resposta por parte da 3ª Promotoria de Justiça do Júri da Comarca de Fortaleza, acerca de suas manifestações sobre o "Caso Francileudo". Informamos que a Ouvidoria Geral do Ministério Público é um canal permanente de intercomunicação e interlocução que permite aos cidadãos reclamar, sugerir, representar, apresentar críticas e elogios para obter informações, bem como acompanhar as ações desenvolvidas por este órgão. Desta forma, suas manifestações ficarão arquivadas em nossos sistemas, podendo Vs. Sas. nos contatar a qualquer momento. As informações sobre as medidas tomadas e outras providências adotadas também podem ser prestadas através dos seguintes contatos:

Endereço: Av. Desembargador Floriano Benevides, 220, Edson Queiroz, CEP 60.811-690;
Telefone(s): (85) 3492.8970, 3492.8972, 3492.8974 e 3492.8976.

Atenciosamente,
Ouvidoria Geral do Ministério Público do Estado do Ceará

Endereço: Rua Assunção, nº 1100, José Bonifácio, CEP 60.050-011, Fortaleza (CE)
Telefones: 127, 0800.2811553, (85) 3253.1553 e (85) 3452.1562 (fone/fax)
E-mail: ouvidoria@mpce.mp.br
Home page: http://www.mpce.mp.br/cadastro/faleouvidoria.asp

Um comentário:

  1. Em resposta a esse trecho :

    " Além disso, informamos que o pedido de prisão preventiva da senhora Cristiane Renata Coelho Severino, como emerge das várias manifestações encaminhadas a esta Ouvidoria, depende de fatores fáticos e legais a serem analisados, quando do retorno dos autos e do cumprimento de todas as diligências a serem implementadas, para se chegar aos indícios de autoria, deixando claro que não é prática do subscritor solicitar prisão cautelas para atender à vindita popular. "

    Esperamos que o promotor Humberto Ibiapina faça o papel dele...que não peça a prisão da ASSASSINA baseado no clamor popular...e sim nos MOTIVOS que nos levaram a pedir a prisão dela...simples assim: Não queremos vindita = vingança e sim JUSTIÇA....e acredito que diante do trabalho que o Dr. Wilder Brito Sobreira e Dr. Walmir Medeiros Medeiros fizeram existem PROVAS o suficiente para isso!

    "Quando temos que ser a voz dos inocentes Justiça é o que se Busca"

    Que a Justiça seja feita pelo Subtenente Leudo Bezerra e por Lewdinho!

    ResponderExcluir