sábado, 27 de novembro de 2010

0

O R7 NÃO CONCORDA...



SEGUNDO O R7 A JUSTIÇA TEM DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS

publicado em 24/10/2010 às 22h59:

Casos Eliza e Mércia revelam dois pesos e duas medidas

Em ambos crimes, polícia reuniu provas e apontou quem são os culpados

As mortes de Mércia Nakashima e Eliza Samudio, casos de alta repercussão na mídia do Brasil e do mundo nos últimos meses,revelam que a Justiça brasileira trabalha com dois pesos e duas medidas.
No primeiro caso, o do assassinato da advogada cujo corpo foi encontrado em uma represa de Nazaré Paulista, interior de São Paulo, as provas são fartas. Foram rastreadas ligações telefônicas entre os suspeitos. O sapato de Mizael Bispo, ex-amante e suposto articulador do crime, tinha algas do mesmo tipo das que surgem na região onde o cadáver foi localizado. O carro e o corpo de Eliza geraram uma série de laudos que sustentam a investigação.
Os policiais que trabalham no caso estão convictos: Mizael é culpado e só falta ele ser posto na cadeia. Por sua vez, o ex-amante nega as acusações e diz que não teria coragem de fazer isso. Mizael está solto.

Caso Eliza
Assim como no caso do assassinato de Mércia, a polícia diz ter conseguido provas que incriminam o goleiro Bruno Fernandes, suspeito de ter articulado o assassinato de sua ex-amante Eliza Samudio. Uma mancha de sangue de Eliza foi encontrada em um carro que era usado pelo atleta e depoimentos apontaram o goleiro e outros oito suspeitos como responsáveis pela morte. Mas o corpo de Eliza até agora não foi encontrado.

Mesmo assim, diferente do que aconteceu no caso Mércia, a Justiça determinou a prisão de todos os suspeitos. Especialistas dizem que não pode haver dois critérios para determinar prisões. A consequência é que a população passa a duvidar da Justiça.

Em entrevista exclusiva, Bruno negou mais uma vez o crime. Disse que está disposto a fazer exame de DNA para determinar se é o pai do filho de Eliza e, em caso positivo, assumiria a criança com “alegria”. A polícia trabalha com a hipótese de que Bruno tenha cometido o assassinato para se livrar da pressão que a ex-amante fazia para obter pensão alimentícia.

Mas, além desses dois casos que despertaram a atenção da mídia, existem muitos outros assassinatos que acontecem no Brasil e acabam não tendo o mesmo empenho da polícia para resolvê-lo. Muitos desses casos acabam sem solução.


Fonte: R7


Ué, mas onde estão os dois pesos e duas medidas ???

Um matou e sumiu com o corpo e está PRESO.
O outro matou, o corpo apareceu, TODAS as provas e indícios levam a ele e está SOLTO.

"Mas, além desses dois casos que despertaram a atenção da mídia, existem muitos outros assassinatos que acontecem no Brasil e acabam não tendo o mesmo empenho da polícia para resolvê-lo. Muitos desses casos acabam sem solução."

Pedrinho, Sophie, Joanna são PROVA DISSO!

Queremos JUSTIÇA, por Mércia Nakashima, Elisa Samudio, Pedrinho, Sophie, Joanna, Aryane Thais, Allan Barbosa, Aidir Pinagé, Anastácio Cassaro, Gustavo Russo, Fernanda Venâncio Ramos...enfim, queremos que a JUSTIÇA seja igual para todos!
Queremos que as leis sejam cumpridas, sem brechas que favorecem mais aos assassinos do que as famílias vítimas de violência.


Por: Sandra Domingues - Na Busca por Justiça

Nenhum comentário:

Postar um comentário