segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

0

Julgamento do acusado de assassinar Priscila Tavares Ramos


Priscila Tavares Ramos, 23 anos, foi assassinada pelo namorado, com 28 facadas, no dia 06/03/2009, em sua própria casa, localizada no Jardim Arpoador, São Paulo-SP

O réu, Carlos Eduardo da Silva Braga, acusado de assassinar a namorada, Priscila Tavares Ramos, vai à júri popular.

* O julgamento que estava marcado para o dia 31/01 às 13h foi adiado, segue a nova data e horário do julgamento.


Dia e Hora: 17/04/2012 às 10h 
Local: Fórum Criminal Barra Funda – São Paulo - SP
Rua: Abrahão Ribeiro, Nº 313 - 3º Plenário - 2º andar prédio

Integrantes do Movimento UDVV (União em Defesa das Vítimas de Violência), presidido pela deputada federal Keiko Ota, formado por familiares de vítimas da violência, ativista e movimentos que lutam por Paz e Justiça, estarão presentes em apoio e solidariedade à família de Priscila.

Participe você também...nos ajude a clamar por Justiça por Priscila Tavares Ramos, irmã da nossa amiga de luta Alessandra Bandeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário