sexta-feira, 22 de novembro de 2013

2

Queremos Justiça por Fábio Alexandre Maisel Costa

Arte: Solange Vieira

O amigo e advogado, Dr. Cristiano Medina da Rocha, foi contratado pela família de Fabinho para atuar como assistente de acusação e acreditamos que ele se empenhará ao máximo para condenar esse ASSASSINO, assim como fez nos casos do pequeno Nicollas Maciel, Deibi Giordano e Bianca Consoli...Com ele no combate NÃO TEM pra ninguém...é JUSTIÇA na certa!

Do ocorrido:

O jovem Fábio Alexandre Maisel Costa, 21 anos, irmão da amiga de luta Tathy Maisel, recém formado em Tecnologia de Informação na área de gerenciamento de redes de computadores, foi assassinado na madrugada de 25/09/2011, na Av. Luiz Dumont Villares, 1422 – Parada Inglesa, em uma loja de conveniência junto ao posto de serviços Ipiranga, em São Paulo.

O assassino, Thiago Barrilli, de 27 anos, encontrava-se em liberdade. Na ocasião do assassinato ele fugiu, mas foi identificado e apresentou-se dez dias após o crime.

Réu confesso, foi pedido pelo Dr. Delegado titular da 39ª DP da Vila Gustavo, Dr. Pedro Luis de Souza, onde está ocorrendo o inquérito policial, sua prisão preventiva que foi indeferida por uma Dra. Juiza que alegou ter o assassino residência fixa e ter se apresentado, porém, o mesmo não é réu primário, visto já ter cometido outros crimes e ter sido sentenciado. Beneficiou-se de Habeas Corpus. Seu processo tramitou até meados do ano de 2011.

O promotor Dr. André Luiz Bogado apresentou denúncia e pedido de prisão ao Exmo. Sr. Doutor Juiz de Direito do 2º Tribunal do Juri da Capital SP, endossando o mesmo pedido do delegado da 39ª DP Vila Gustavo Dr. Pedro Luis de Souza.

Thiago Barrilli teve a prisão decretada em 18 de maio de 2012 e foi conduzido ao 39º DP. O acusado deverá aguardar o julgamento preso, mas ainda não tem data marcada.

Vejam matéria veiculada pela Rede Globo que traça o perfil do assassino:



2 comentários:

  1. JUSTIÇA PARA FABINHO
    O julgamento do assassino do Fabinho será no dia 06/11/2014, às 09:30 no Fórum Criminal de Santana, situado na Av. Eng. Caetano Álvares. nº 549 Plenário 3, São Paulo-SP.
    Integrantes da ONG Justiça é o que se Busca estarão presentes para prestarem apoio e solidariedade à família de Fabinho.
    O que a família e sociedade esperam é que seja feito Justiça!

    ResponderExcluir
  2. Mais informações sobre o caso

    A juíza de Direito Laura Mattos Almeida, do 2º Tribunal do Júri da Capital, a pedido do Ministério Público, decretou em 18/05/2012 a prisão preventiva de Thiago Barrilli, que, segundo a denúncia, matou Fábio Alexandre Maisel Costa, em um posto de combustíveis localizado na Av. Luís Dumont Vilares, Parada Inglesa, na capital.

    Thiago é acusado de homicídio duplamente qualificado, porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal, fruto de violência doméstica. Conforme narrado na denúncia oferecida pelo promotor de Justiça André Luiz Bogado Cunha, o homem estava acompanhado de sua namorada Gisele Andrade Sousa e Silva e de outro casal, quando resolveu parar o seu veículo no posto para comprar água.

    Ao descer do carro, achou que um grupo de rapazes estava olhando para a sua namorada e, enciumado, sacou de um revólver desferiu diversos tiros em direção ao grupo. Um dos disparos atingiu o jovem Fábio Alexandre Maisel Costa de 20 anos, que morreu no local.

    Thiago fugiu no seu carro, um Celta, dirigido pela namorada. Como ela estava andando devagar, ele passou a desferir diversos golpes com a coronha de sua arma na cabeça da jovem, para obrigá-la a acelerar o carro na fuga.

    Após deixar os demais acompanhantes em casa, ele e sua namorada dirigiram-se a um motel na zona norte da cidade, onde passaram a noite.

    O homem estava solto desde a data do crime.

    http://mp-sp.jusbrasil.com.br/noticias/3139363/justica-decreta-prisao-preventiva-de-homem-que-matou-jovem-em-posto-e-foi-para-o-motel

    ResponderExcluir