sábado, 23 de fevereiro de 2013

3

A Justiça que finge que faz Justiça - Caso Gil Rugai, mais um para o rol da Impunidade




A Justiça finge que faz Justiça e a gente finge que acredita que a Justiça foi feita! 

REVISÃO DO CÓDIGO PENAL JÁ!!!

Depois de termos acompanhado no plenário, por uma semana inteira, o julgamento do acusado e termos nos indignado e até nos revoltado com o tratamento dispensado à acusação e o nítido favorecimento à defesa do réu...tendo esse os seus DIREITOS todos repeitados, em virtude de uma Constituição PODRE...sendo que as vítimas não foi dado o direito essencial, garantido na Constituição...o Direito à Vida, temos que aceitar que o réu, um assassino frio e calculista, condenado à de 33 anos de cadeia, cumpra apenas 1/6 da pena e tenha o direito de recorrer em liberdade.

O juiz Adilson Paukoski Simoni divulgou na noite desta sexta-feira (22/02/2013) a pena de Gil Rugai, condenado pela morte do pai e da madrasta, em março de 2004. Embora o rapaz tenha sido condenado a 33 anos e 9 meses de prisão em regime fechado, ele poderá recorrer em liberdade. (Folha de S. Paulo)


E mais uma vez para a defesa TUDO...para a acusação NADA!!!

Para a antropóloga Ana Lúcia Pastore Scheitzmeyer, que também foi testemunha arrolada pela defesa, a comemoração do promotor e do assistente de acusação logo após saírem da sala do Conselho de Sentença foi uma quebra de ritos. "Se eu fosse juíza, entraria com uma ação no Ministério Público".
Para a cientista, a atitude do promotor e do assistente, e das pessoas que aplaudiram, foi um desrespeito com todos da família. "Como se decide a vida de uma pessoa como se fosse um circo?", disse. (Uol).

E o ASSASSINO e sua família se abraçarem, comemorando a vitória, uma vez que não vai cumprir nem 5 anos de cadeia e sair pela porta da frente...por acaso não é um desrespeito com as vítimas, suas famílias e toda sociedade? Circo foi o que vimos a semana inteira...um juiz ausente e completamente alheio a tudo que acontecia ali...naquele espetáculo circense e prova disso que nós, os PALHAÇOS tivemos que ver o ASSASSINO sair pela porta da frente...depois de esperarmos por 9 anos para que ele fosse julgado e condenado por matar o PAPAI!!!

Sem contar, que essa senhora, de forma desrespeitosa e completamente indiferente a dor dos familiares das vítimas...se dirigiu a nossa amiga de dor e de luta Marta Maria Ribeiro Consoli de forma completamente desumana.

Minutos antes do promotor Rogério Zagallo voltar ao plenário e ser MERECIDAMENTE aplaudido, depois de ter sido durante todo o julgamento tolhido, a Marta fez um comentário com as pessoas que estavam ao lado...dizendo:

- Esse assassino tem que sair daqui preso!

A DOUTORA, que estava sentada no banco da frente, no alto de sua prepotência, virou-se e disse:

- Minha senhora, ele não é o estuprador da sua filha...a senhora não pode querer que todos os acusados que sentem na cadeira dos réus sejam julgados pela morte da sua filha.

E com a entrada do promotor e na sequencia os aplausos...levantou-se e disse que sentia vergonha do que estava vendo ali...o que desencadeou de minha parte um grito de justiça!

E depois ainda fomos INSULTADOS E AGREDIDOS verbalmente...por familiares da defesa!!!

É muito difícil, nesse PAIS, lutar por Justiça...quando MANDA QUEM PODE e obedece quem tem Juízo.

Mais uma vez reforço, em nome do nosso grupo "Justiça é o que se Busca" os cumprimentos e toda nossa solidariedade ao promotor Rogério Zagallo e a todos que trabalharam, exaustivamente, ao longo desses 9 anos, para a elucidação desse crime e punição desse assassino frio e calculista.

Sandra Domingues

3 comentários:

  1. "Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota." (Madre Teresa de Calcutá)

    Precisamos uns dos outros...e juntos sempre seremos mais fortes!
    Essa é uma luta de todos nós...temos que nos UNIR na Revisão do Código Penal...na redução da maioridade penal... no tempo de cumprimento das Leis, e benefícios concedidos à marginalidade, para que não tenhamos que assistir, como mero espectadores de um circo de horror, assassinos frios e calculistas, matarem e saírem pela porta da frente...depois de julgados e condenados e cumprirem apenas 2/5 da pena...uma vez que as vítimas e seus familiares nenhum direito foi dado.

    ResponderExcluir
  2. A nossa justiça e ingrata o Bruno goleiro esta preso sem o corpo para comprovar morte,enquanto q o individo Gil Rugai q tem dois corpos mortes estas sem o direito de defesa,sai pela porta da frente com ar de vitoria vinguei.

    ResponderExcluir
  3. Sinto vergonha de viver num país onde um PSICOPATA que mata o próprio pai...julgado e condenado em um Tribunal do Júri...sai pela porta da frente e vai dormir na cama quente...em sua própria casa.
    Vergonha das nossas leis...vergonha de ser Brasileira!!!

    ResponderExcluir