sexta-feira, 8 de março de 2013

2

Justiça para Fernanda Cristina Simão, 5 anos de Impunidade

Arte: Solange Vieira

Justiça para Fernanda Cristina Simão

Data:11/03/2013
Horário: 13:30
Local: Tribunal de Justiça de São Paulo

Quase 5 anos depois, o pai de Fernanda Cristina Simão, o amigo de lutaKlaiton Luís Ferretti Simão, luta e aguarda por justiça!


Um caso muito semelhante ao da jovem Bianca Consoli...jovens de idade aproximadas, bonitas, inteligentes, amadas, mortas, dentro da própria casa, sendo os suspeitos membros da família das vítimas, porém, casos tratados de forma completamente diferentes pela Justiça...ainda que provado através de DNA que o sangue encontrado na bermuda do suspeito era da jovem Fernanda, o Juiz não o pronunciou ao Júri Popular.



"Quando a Sociedade se Cala a Impunidade Ganha Voz" (Sandra Domingues)

O recurso interposto pelo promotor do caso será analisado pelos desembargadores na próxima segunda-feira (11/03) a partir das 13:30, na sala 604 da segunda Câmara de Direito Criminal, no Palácio da Justiça, na Praça da Sé, em São Paulo.

Integrantes do Grupo Justiça é o que se Busca estarão presentes na audiência para prestarem apoio e solidariedade à família de Fernanda.

Do ocorrido 

Fernanda Cristina Simão, 17 anos de idade, foi assassinada, a facada, dentro de casa, no real parque, Zona Sul de São Paulo, em 12 de abril de 2008. O padrasto foi apontado como sendo o suspeito do crime.

Apesar de provas substanciais recolhidas no inquérito, (manchas de sangue, comprovado através de DNA ser de Fernanda, encontradas na bermuda do suspeito de ter assassinado a jovem, relatos de várias testemunhas, além de um eficiente trabalho da equipe do DHPP), a "justiça" entendeu que o acusado não deveria ir à Júri Popular.

O padrasto, suspeito de ter assassinado a jovem Fernanda, ficou alguns meses preso, mas foi libertado, pois o Exmo. Juiz Dr. Carlos Eduardo Oliveira de Alencar não viu provas suficientes para levá-lo à julgamento.

A esperança para que se faça justiça é o recurso interposto pelo promotor Dr. José Carlos Cosenzo, do V tribunal do Júri de SP, para que o TJ reconsidere a decisão do Juiz, e leve o acusado à Júri Popular. 

Links Relacionados:




2 comentários:

  1. JUSTIÇA, AINDA QUE TARDIA, SENDO FEITA POR FERNANDA

    Na tarde desta segunda-feira (18/03) os desembargadores do TJSP, por unanimidade, PRONUNCIARAM, depois de quase 5 anos, o acusado à Júri Popular.
    O recurso foi interposto pelo promotor José Carlos Cosenzo, do 5º Tribunal do Júri e a leitura da sentença foi feita pelo desembargador relator Alex Zilenovski, da 2ª Câmara de Direito Criminal.
    Agora o processo volta para o Fórum, para que o Juiz avalie se pede ou não a prisão preventiva do acusado, visto que na ocasião ele estava preso e foi solto devido a falta de pronuncia.
    De qualquer forma, agora preso ou solto ele irá à julgamento e enfim a Justiça por Fernanda poderá ser feita.

    Amigo Klaiton Luís Ferretti Simão, sua luta recomeça e bem sabemos que será árdua e longa, mas conte conosco...sempre!

    ResponderExcluir
  2. Depois de 5 anos enfim veremos a Justiça ser feita por Fernanda, filha do amigo de luta Klaiton Luís Ferretti Simão.

    O julgamento do acusado de assassinar fria e covardemente a linda e jovem Fernanda Cristina Simão está marcado para o dia 12/11/2013 no Fórum Criminal da Barra Funda.

    O que a família e sociedade espera é que a Justiça seja feita e que a jovem Fernanda possa descansar em paz.

    ResponderExcluir