quinta-feira, 21 de novembro de 2013

0

Caso Mário Sampaio, advogado de defesa diz que é advogado de bandido mesmo e dos bons

 
   
 
 

No dia 15 de outubro passado integrantes do Grupo Justiça é o que se Busca estiveram no Fórum do Guarujá para participarem da vigília por Justiça em prol do jovem Mário Sampaio, ocasião em que acontecia a última audiência do caso, para ouvir as testemunhas. Durante a vigília foram colhidas assinaturas para a Campanha Pelo Fim da Impunidade, que visa mudanças no Código Penal.

Um dos acusados, o garçom que entregou a faca para o Assassino...e que responde o processo em liberdade, por ser réu primário, por ter residência fixa, bons antecedentes...ATÉ colaborar para que um inocente fosse morto...saiu pela porta da frente do Fórum e passou por nós...sendo vaiado...aos gritos de assassino e foi amparado e protegido pelo seu advogado que...em busca dos seus 15 minutos de fama...provocava a família da vítima e os manifestantes...mas o pior de tudo foi quando ao ser chamado de advogado de bandido ele respondeu:

"Sou mesmo...e sou dus bom...tanto é que meu 'cliente' está solto".

O advogado de porta de cadeia, sujo...não exitou em tripudiar em cima da dor da família, do pai, irmã, primos, tios do jovem Assassinado, que ali se encontravam.

Sabemos que todos esses malditos têm, de acordo com a Constituição, direito à defesa e que estão ali cumprindo o papel deles, assegurando a defesa a qualquer $$$$ custo...porém é REVOLTANTE demais vê-los tripudiar em cima da dor de um pai.

Momento de forte emoção quando os ASSASSINOS...pai e filho, chegaram no carro da penitenciária e desceram sob vaias e gritos de assassinos...uma cena muito comovente me chamou a atenção...

Contemplei o Sr. Renato, pai do Marinho, e a querida amiga de luta Valeria trocando olhares de compaixão...o pai de um lado da rua, com o rosto vermelho e o choro entalado na garganta...ao ver os assassinos do seu filho amado chegarem ao Fórum...e do outro lado da rua a filha...que olhava o pai e ambos trocavam uma declaração de amor, de força e de apoio...apenas com olhares.

Foi de cortar o coração...e isso só nos motiva e nos dá ainda mais forças para continuar lutando, gritando...sendo as vozes dos inocentes....em Busca de Justiça.

Que Deus nos dê forças para seguirmos nessa missão e continue confortando o coração do Sr. Renato e Sra. Helena, da irmã Valeria Sampaio, a namorada Patricia Bonani,  e todos os familiares do Marinho. 

Sandra Domingues 

Do ocorrido:

O estudante, Mário dos Santos Sampaio, de 22 anos, foi morto a facadas no Guarujá, na noite do dia 31/12/2012.

O jovem Campineiro não concordou em pagar o valor de 19,90 reais pelo rodízio porque, quando entraram no estabelecimento, um cartaz na porta anunciava o preço de 12,99 reais. Mário reclamou com o gerente, que chamou o pai, dono do restaurante. A discussão se transformou em briga e, segundo testemunhas, Sampaio foi agredido por funcionários do restaurante.
Em seguida, o dono do restaurante pegou uma faca e deu três golpes nas costas do universitário, fugindo em seguida com o filho e os demais funcionários da churrascaria. Uma ambulância foi chamada, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu.
Em 09/01/2013 José Adão Pereira Passos foi preso, Diego Souza Passos foi preso na tarde de 15/01/2013 por ocultação de provas e por contribuição com a morte do turista. Diego Souza Passos, que segundo testemunhas teria começado a confusão com os turistas, é filho de José Adão Pereira Passos, que confessou ter matado a facadas o turista Mário Sampaio. Diego estava embaixo de uma cama quando foi preso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário