quinta-feira, 9 de julho de 2015

0

Caso Subtenente Lewdo Bezerra: Defesa da "Mulher Linda" entra com pedido de Habeas Corpus

Arte: Solange Vieira 

SENHORES DESEMBARGADORES DO CEARÁ, DIGAM NÃO AO PEDIDO DE HABEAS CORPUS DESSE MONSTRO

Por Sandra Domingues 

A defesa da assassina Cristiane Renata Coelho entrou com pedido de Habeas Corpus, ontem (08/07).

Excelentíssimos Desembargadores não podemos aceitar que uma "mãe" que envenenou o próprio filho, autista, de apenas 9 anos, colocando chumbinho no sorvete, ingerido pela criança na mamadeira; que tentou também matar o pai da criança, o até então seu esposo, e se não bastasse ainda imputou a esse a autoria do crime.

- Cristiane, articulou, planejou e premeditou o crime contra o marido e o filho;
- Envenenou a criança e o marido com chumbinho;
- Se autoflagelou para imputar a outro a autoria do crime;
- Mentiu para a polícia e em depoimentos;
- Alegou que foi obrigada a ingerir vinho e tranquilizantes, quando os laudos apontam ela não ingeriu uma gota sequer da medicação ou do produto alcoólico;
- Imputou a outro a autoria do crime;
- Destruiu provas;
- Dificultou o trabalho da polícia e da perícia;
- Não colaborou com as investigações, visto que faltou em audiências, destruiu e forjou provas;

Esse monstro, em corpo de mulher, não merece aguardar o julgamento em liberdade, visto que não só representa um risco à sociedade, como também ao outro filho do casal, que hoje encontra-se sob a guarda do pai, como também à própria família dela ou qualquer pessoa que cruzar o seu caminho e for um empecilho para os seus planos diabólicos.

Queremos que a assassina aguarde o julgamento presa, seja julgada e condenada e cumpra o tempo de pena determinada, sem brechas, sem atenuantes, pois para o pequeno Lewdinho não foi dada uma segunda chance.

Confiamos no trabalho da perícia, do Dr. Walmir Medeiros, advogado do subtenente Francileudo Bezerra Severino e do delegado Dr. Wilder Brito Sobreira.


Queremos Justiça por Lewdo e por Lewdinho!


Repercussão:

O pedido, com ou sem fiança, foi feito na última quarta-feira (08). O pedido de liberdade ganhou grande repercussão nas redes sociais. Em uma página chamada "Justiça é o que se busca", internautas fazem uma campanha para que a solicitação seja negada. 

Chamam Renata Coelho de "monstro em corpo de mulher" e citam que ela não merece aguardar o julgamento em liberdade, pois representa um risco à sociedade.


Fonte: TV Diário



Nenhum comentário:

Postar um comentário