quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

1

A vida do jovem Luis Paulo Oliveira Barbosa VALIA menos que uma bolsa ?!

Um ex-professor da Universidade de São Paulo (USP) foi preso nesta terça-feira (20/12) ao tentar roubar a bolsa de uma mulher na região de Santana, zona norte de São Paulo.

Cassiano Bier Ghion, 42 anos, ex-professor de Ciência da Computação, foi preso por policiais civis por volta das 18h30, pouco depois do assalto na na rua Voluntários da Pátria.

Viciado em crack há pelo menos dois anos, o acusado, que teria ameaçado a mulher utilizando um caco de vidro, disse que mora na rua e gasta muito dinheiro para sustentar a dependência química.

Encaminhado para o 13º Distrito Policial, da Casa Verde, Cassiano foi autuado em flagrante por roubo e pode pegar até 10 anos de prisão.

Fonte: IG

Enquanto isso o professor Luis Claudio Marques de Albuquerquede 41 anos, réu confesso de ter ASSASSINADO o jovem Luis Paulo Oliveira Barbosa no ano passado, quase que na mesma data da reportagem acima (24/12/2010), continua SOLTO...

E pior...lecionando na FATEC (Faculdade de Tecnologia), como se nada tivesse acontecido, sob a alegação da escola de que enquanto não for julgado não podem se posicionar em relação a ele e sob a "proteção" da Justiça, alegando que o professor não representa risco à sociedade...

Mas se de fato o "professor" não representa risco à sociedade alguém pode responder para os pais do jovem Luis Paulo onde é que o filho deles está? Pois a rotina desse casal, há 1 ano, é todos os domingos irem visitá-lo numa cova fria do cemitério!


Luis Paulo Oliveira Barbosa, 20 anos, operador de telemarketing , morreu após ser esfaqueado na região da Avenida Paulista, em São Paulo no dia 24/12/2010, por volta das seis horas da manhã em frente ao local onde trabalhava, na Rua Frei Caneca.

O assassino, Luis Claudio Marques de Albuquerque, 40 anos, é professor da FATEC (Faculdade de Tecnologia). Ele foi indiciado e teve a prisão decretada em 29/12/2010, mas por ser universitário, réu primário, ter residência fixa, acabou sendo solto 7 dias depois, e poderá aguardar o julgamento em liberdade, além de poder continuar lecionando e colocando em risco a vida de outros jovens, em momentos de descontrole, como no ocorrido onde vitimou fatalmente o bom filho, jovem trabalhador, pai de família, Luis Paulo Oliveira Barbosa.

José Antônio Barbosa e Adriana Barbosa, pais de Luis Paulo, não se conformam com a perda brutal do filho e aguardam por JUSTIÇA!

Memorial Gabriela Sou da Paz: Luis Paulo Oliveira Barbosa

Links Relacionados:

Manifestantes homenageiam vítimas da Violência, na praia de Copacabana 
Que a Justiça também seja feita pelo jovem Luis Paulo

Um comentário:

  1. "A vida é um dom de Deus e nenhum homem tem o direito de tirá-la de outro homem. Deus deu a vida e só cabe a ele o poder de tira-lá."

    Réu primário, "bons antecedentes", residência fixa, "PROFESSOR UNIVERSITÁRIO". Isso dá o direito de MATAR e respondender em liberdade????? Se for condenado irá cumprir em regime aberto, penas alternativas, serviço comunitário, por um, dois, tres anos.... A condenação deles um dia vai acabar e a nossa? Nunca mais,estamos fadados a chorar a ausência de nossos filhos para sempre. Filhos íntegros, saudáveis físicos e mentalmente, estudiosos, trabalhadores, que respeitavam tudo e a todos.
    BRASIL, BRASIL... "MUDA BRASIL a PUNIÇÃO É A SOLUÇÃO"

    Jane Santos de Mattos Schroeder
    Mãe de Vítimas de Trânsito - Curitiba-Paraná

    ResponderExcluir